Rugby Paralímpico ou Em Cadeira de Rodas [História, Regras, …]

rugby-em-cadeira-de-rodas-regras

História do Rugby Paralímpico

O rugby paralímpico (ou Quad-Rugby) surgiu perto do final da década de 1970 e foi criado com o intuito de dar um esporte para as pessoas com bastantes limitações físicas poderem praticar.

Esta modalidade só pode ser praticada por quem tem séria deficiência motora e seria lhe impossível sequer praticar basquetebol em cadeira de rodas, por exemplo.

Em 1996, o rugby em cadeira de rodas apareceu pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos, mas sendo apenas como uma modalidade em demonstração.

Só em Sidney, no ano 2000, é que o esporte ficou em definitivo no programa paraolímpico, o qual é misto, logo podem jogar homens e mulheres na mesma equipa.

Regras DO RUGBY em Cadeira de Rodas

O rugby em cadeira de rodas não podia ser mais diferente do rugby tradicional.

Caraterísticas Gerais

É jogado numa quadra de basquetebol adaptada, a bola é de voleibol, e cada pode ter até 12 jogadores, apesar de serem apenas 4 a jogar ao mesmo tempo em campo.

A partida tem uma duração de 32 minutos, os quais são divididos em 4 tempos de 8 minutos cada.

O 1º e 3º intervalo são de 2 minutos, enquanto o 2º intervalo já é de 5 minutos.

rugby-paralimpico

Em semelhança ao basquetebol, cada ataque tem um tempo, o qual é de cerca de 40 segundos. Se nesse tempo a equipa não conseguir marcar, a posse da bola vai para o adversário.

O golo é quando um jogador ultrapassa a linha de golo com duas rodas da sua cadeira e a bola em sua posse.

Faltas e Regulamentos

O jogador que tem a posse da bola só pode ficar com ela sem a quicar ou passar um companheiro de equipa durante 10 segundos.

Também nenhum jogador atacante pode ficar mais de 10 segundos na área-chave do adversário.

Enquanto a equipa defensiva não pode ter mais de 3 jogadores nessa área.

Faltas

Numa partida de rugby paralímpico não pode haver contato físico entre os jogadores e as cadeiras de rodas podem chocar mas não se atingir o eixo traseiro da cadeira, sendo assim considerado falta.

Leia Mais >  Tiro Esportivo [História, Regras, ...]

Se foi a equipa atacante a fazer falta, a bola muda de posse para equipa adversária.

rugby-cadeira-de-rodas

Já se for a equipa defensiva, isto também acontece mas o defensor que fez a falta é suspenso da partida durante 60 segundos ou até a equipa adversária marcar um golo.

Se a equipa que estiver a defender cometer um falta numa situação clara de golo, então é considerado automaticamente golo e o jogador defensivo não é suspenso.

Classificação

Os jogadores são ainda classificados consoante o seu grau de deficiência, de 0,5 a 3,5.

A soma das classificações dos 4 jogadores em campo não pode ser superior a 8.

E então, ficaram a saber mais sobre rugby em cadeira de rodas? E sobre a sua história, regras, etc?

Se ficou com alguma dúvida é só deixar nos comentários que nós iremos tentar respondê-la o mais rapidamente possivel.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *