Tudo sobre Futebol de Praia [Historia, Regras, …]

O futebol de praia é um esporte relativamente recente, mas que teve uma expansão meteórica, isto devido ao fato de derivar do futebol de 11, o qual é o esporte mais popular no Mundo.

As regras do futebol de praia são um ainda um bocado diferentes do futebol de 11 ou do futsal como iremos ver a seguir.

História do Futebol de Praia

Este esporte, que é chamado de Futebol de Areia no Brasil teve o seu inicio mesmo nesse país. Já desde os anos 30 se joga futebol nas praias, tendo existido mesmo campeonatos em algumas regiões nos anos 60, mas esses acabaram por desaparecer.

Mais tarde em 1993 foi organizado o primeiro campeonato oficial entre 4 países (Brasil, EUA, Itália e Argentina) onde acabou por sair vencedora a seleção brasileira.

E a partir desse momento o esporte começou a crescer e logo no ano seguinte se realizou a Copa do Mundo de Futebol de Praia em Copacabana.

Nos anos seguintes foi se espalhando e desenvolvendo pela Ásia e ainda mais na Europa onde começaram a surgir equipas e ligas organizadas e eventualmente também um Taça da Europa.

Em 2004, a FIFA começou realmente a dar valor ao crescimento e potencial do Futebol de Praia e assumiu-se como principal organismo do esporte e desde então os Campeonatos do Mundo são organizados pela mesma, sendo a França a primeira vencedora desde essa altura.

futebol-de-praia-pontape-bicicleta-2

Jogo de Futebol de Praia

O jogo de futebol de praia é dividido em 3 partes, cada uma com 12 minutos (pode parecer pouco, mas normalmente os jogos são muito disputados e correr em areia seca cansa imenso).

Cada equipa normalmente tem entre 10 a 12 jogadores no jogo, sendo que apenas 5 destes entram a titulares e destes 5 jogadores, 4 deles são jogadores de campo e o outro é o guarda-redes/goleiro.

Quadra de Futebol de Praia

Apesar de ser parecida com a de futebol de 11 e de futsal tem as suas diferenças, a começar pelas medidas. O campo é curto mais largo, tendo ele 35 a 37 metros de comprimento por 26 a 28 metros de largura.

O jogo não tem de ser obrigatoriamente numa praia, mas tem de ser jogado em areia.

As balizas têm as mesmas dimensões que as de futebol de 11 (5,5 metros de comprimento por 2,2 metros de altura). Cada canto têm uma bandeirola. Para marcar a linha central do campo existe mais uma bandeirola de cada lado, todas estas vermelhas até agora. E por fim existem mais 4 bandeirolas, duas de cada lado a 9 metros da linha de fundo, as quais marcam a grande área do guarda-redes.

Toda a quadra é delimitada com uma fita azul que percorre as extremidades do campo.

futebol-de-praia-golo

Árbitros

Como não podiam faltar, os árbitros são três ao todo, junto com o cronometrista que tem como função ir marcando o tempo.

Nota: O tempo nunca para á exceção de quando é marcado um golo ou é marcada uma falta. Isto para não encurtar o jogo da sua real duração.

A equipa de arbitragem é composta por 2 árbitros principais que estão um em cada lado e estão responsáveis por tudo o que acontece dentro do campo com os jogadores. E por fim existe o árbitro auxiliar que esta fora do campo e fiscaliza o banco de cada uma das equipas e tudo o que é externo ao jogo. Este também controla as substituições que são feitas.

futebol-de-praia-2

Bolas paradas

As bolas paradas no futebol de praia têm várias semelhanças com o futsal, sendo que algumas deles tem as suas peculiaridades como iremos ver agora.

Pontapé de Saída

Esta é a maior diferente para as outras variantes do futebol. O pontapé de saída é concedido á equipa que está a começar a parte ou para aquela que acabou de sofrer um golo.

Neste momento todos os jogadores têm de estar nos seus lados do campo e os adversários têm de estar a pelo menos 5 metros da bola.

O pontapé de saída é efetuado sempre para a frente, chutando á baliza ou levantando para um colega de equipa fazer um chute em melhores condições ou passar para um colega de equipa que venha pelas laterais.

Este lance é literalmente uma grande oportunidade de golo.

futebol-de-praia-1

Livres Diretos

Os livres diretos são sempre marcados pelo jogador que sofreu a falta (tendo como exceção quando esse jogador sai lesionado, tendo de marcar quem o substituiu). Nos livres diretos nunca nenhum jogador pode estar entre a baliza e a bola.

Este lance tem duas variações. Quando é efetuado atrás da linha de meio campo, os jogadores não podem estar entre a bola e os postes da baliza, fazendo um cone imaginário, só podendo tocar na bola quando esta sair do cone ou bater no chão, á exceção do guarda-redes. Quando é feito á frente da linha do meio campo, todos os jogadores de campo têm de ficar atrás da linha da bola.

Grande Penalidade

É essencialmente igual ao livre direto só que é marcada quando foi feita uma falta dentro da área adversária. O jogador marca no centro da linha imaginária da área do adversário.

Lançamento de Linha Lateral

Quem sabe como é que este se faz no futsal, é totalmente igual. A bola é posicionada em cima da linha lateral no local onde saiu e é passada a um colega de equipa.

futebol-de-praia-pontape-bicicleta

Cantos

Mais um que é igual ao futsal. A bola é colocada junto da bandeirola de canto mais próxima onde a bola saiu pela linha de fundo e é feito um passe para um colega de equipa.

Sanções Disciplinares

Como no futebol de 11 e no futsal, o futebol de praia tem 2 tipos de sanções: cartão amarelo e cartão vermelho.

O cartão amarelo é dado quando o jogador faz uma infração um pouco mais grave ou algo que não devia, sendo que se acumular 2 desses cartões, então leva um vermelho e é expulso do jogo.

Se levar um cartão vermelho direto, sendo este dado por uma infração ainda mais grave ou por uma conduta antidesportiva, este também é expulso.

Depois da expulsão o jogador não pode mais voltar ao jogo e a equipa fica a jogar com 4 elementos durante 2 minutos até que outro jogador pode entrar para preencher o vazio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *